Introdução aos tipos de Estrutura de Dados em Java


Até o momento, em nossa apostila online Java Progressivo, vinhamos declarando os tipos um por um, notou?
Talvez não, pois é algo normal para você.

Imagine a seguinte situação: você foi contratado para criar um aplicativo Java para um colégio, de mais de 2mil alunos.
Entre outras coisas, vai ter que criar tipos - float, provavelmente - , para armazenar as notas dos alunos, inteiros para armazenar as faltas, strings para os nomes etc.

E aí, vai declarar milhares de variáveis? Uma por uma?
Não! Aprenda estrutura de dados.

Estrutura de dados em Java

Uma das grandes utilidades dos programas, em Java por exemplo, é poder tratar grandes quantidades de informações.

Já imaginou quantos floats, inteiros e strings são declarados nos softwares do governo brasileiro?
Milhões? Claro que não. Milhões é só o número de habitantes.
Cada habitante tem seu nome, cpf, RG, endereço, impostos, ficha criminal, de saúde, de emprego etc etc.

Já pensou como manipular tudo isso?
Até o momento, no curso Java Progressivo, estávamos declarando variável por variável. Obviamente que em uma aplicação como a do governo isso é humanamente impossível.

Aliás, nem precisa ser de um governo. Os dados de uma empresa de médio porte já são grandes o suficiente para não ser possível a criação de cada variável 'manualmente'.

Para isso, usamos meios especiais, as estrutura de dados, como os arrays (também conhecidos como vetores), arraylists, listas, filas e pilhas.

Estrutura de dados em Java: Array e ArrayList

Nesta seção de estrutura de dados, vamos dar uma introdução as tão importantes ferramentas para se trabalhar com muitos dados e informações.

Saiba sobre os tipos de estrutura de dados em Java: Array, ArrayList, Listas, Filas e Pilhas.De uma maneira simples, podemos definir os Array - ou vetor- e ArrayList como um conjunto de variáveis do mesmo tipo.
Em vez de declarar um tijolo por vez, vamos usar Arrays para declarar uma parede, com vários blocos de tijolos iguais, uma única vez.
Por exemplo, em vez de declararmos vários inteiros, um por um, até termos declarado 50 variáveis inteiras, vamos usar Array para declarar um bloco de 50 variáveis, todas do mesmo tipo e enumeradas de forma seqüencial.

Array é simplesmente isso. Um bloco de variáveis do mesmo tipo enumeradas em seqüência.
ArrayList são Arrays mais potentes, ou seja, são Arrays mas com utilidades (e complexidade) a mais.
Não entraremos mais em detalhes sobre Array e ArrayList pois esta seção é dedicada ao seu estudo.

Vamos falar um pouco sobre as outras estruturas de dados, que serão tratadas ao longo do curso, em outras seções do site:

Estrutura de dados em Java: Lista

Saiba sobre os tipos de estrutura de dados em Java: Array, ArrayList, Listas, Filas e Pilhas.Imagine uma lista, uma lista qualquer. A lista telefônica, por exemplo.
Ela é um registro (e que registro) de dados.
Como funciona? Como você usa?

Não há meio certo para se usar. Você pode usar o começo da lista, o meio ou fim, ir e voltar.
É simplesmente uma lista, uma exposição de informação ao seu dispor.
Assim será em Java.



Estrutura de dados em Java: Fila

Saiba sobre os tipos de estrutura de dados em Java: Array, ArrayList, Listas, Filas e Pilhas.Imagine uma fila de banco.
Como ela funciona? (Na verdade, como ela deveria funcionar)
De qualquer jeito, como uma 'lista'?

Claro que não. Na fila, quem estiver na frente é atendido primeiro.
Assim será na programação Java para estrutura de dados.

Quando seus dados estiverem sob essa estrutura, as informações que estão na cabeça da fila serão tratadas primeiro, assim como as pessoas que estão na cabeça de uma fila de banco seriam atendidas primeiro.



Saiba sobre os tipos de estrutura de dados em Java: Array, ArrayList, Listas, Filas e Pilhas.Estrutura de dados em Java: Pilha

Agora imagine uma pilha de pratos.
Você comeu uma lasanha, e guardou o prato.
Depois uma macarronada, e guardou o prato.
Por fim, você comeu uma salada e guardou o prato.

Agora você tem uma fila de pratos, que vai levar para a pia para lavar.
Qual prato vai lavar primeiro? O primeiro, o da lasanha?
Não! O último, o da salada, que está no topo da pilha.

Assim será em seus aplicativos em Java: nas informações sob estrutura de pilha, as últimas informações (último prato) que chegaram - ou seja, as mais recentes-, serão os primeiros a serem tratadas (primeiros a serem lavados).
Ou seja, é o oposto das filas.
Aqui, os últimos que chegaram serão atendidos. Nas filas, os primeiros que chegaram é que são atendidos.


Com isso, você já tem uma noção sobre estrutura de dados em Java e que há várias maneiras de se ver e de se tratar informações.

Dicas e Novidades de Java por e-mail

Sabe quanto custa um bom livro de java?
Entre R$ 100,00 e R$300,00

Sabe quanto custa um bom curso presencial de Java?
Entre R$ 1.500,00 até R$ 4.000,00

Sabe quanto custa estudar pelo Java Progressivo?
Absolutamente nada.

Porém, também precisamos de sua ajuda e apoio.
Para isso, basta curtir nossa Fan Page e clicar no botão G+ do Google.